Conheça os 4 países mais baratos para estudar inglês

Educação
aprender idiomas, intercâmbio, viagens

Aprender um novo idioma é fundamental para obter sucesso profissional nos dias de hoje. O intercâmbio é um programa muito procurado, mas você sabe quais são os países mais baratos para estudar inglês?

Nem todos estudantes têm condições de estarem nos países mais caros, pois, além dos cursos, há também os gastos com estadia durante o tempo de estudo.

Estar em um país com custos mais baixos é uma ótima oportunidade de passar mais tempo aprendendo uma cultura diferente e desenvolvendo a prática do inglês. Que tal saber mais sobre isso? Acompanhe este post e conheça 4 países baratos para se estudar o idioma

1. Canadá: receptividade e baixa burocracia

O custo-benefício do intercâmbio para o Canadá é ótimo! O país possui renomados programas de estudos de idiomas para estrangeiros, e sua moeda, o dólar canadense, é mais barata se comparada ao dólar americano.

Não há muita burocracia para conseguir um visto para estudos no Canadá. O país é altamente receptivo a estudantes estrangeiros e há uma série de cursos disponíveis em muitas instituições de ensino.

Um intercâmbio de duas semanas no Canadá custa aproximadamente R$ 1.500, enquanto que o de quatro semanas chega aos R$ 6.800. Os valores incluem curso e estadia. Vale muito a pena!

2. África do Sul: um dos países mais baratos para estudar inglês

O país começa gradativamente a se tornar um destino procurado pelos intercambistas brasileiros. O custo de vida na África do Sul é um dos pontos mais interessantes, tendo em vista que a moeda local é bem desvalorizada se comparada ao real (1 rand = R$ 0,28).

O clima do país é bem parecido com o nosso, algo que favorece bastante a adaptação. A Cidade do Cabo, segunda mais populosa do país, é ótima para o desenvolvimento do inglês, e ela possui muitas opções de bares e casas noturnas.

A África do Sul não exige visto para estudantes que permanecerão no país por até 90 dias, o que facilita a questão da burocracia no planejamento da viagem. Os cursos de inglês por lá vão de R$ 6.000 a R$ 9.000 com acomodação incluída.

3. Austrália: clima brasileiro no coração da Oceania

Um dos principais atrativos do maior país da Oceania é o clima, bem semelhante ao do Brasil. A Austrália possui belas praias e muitas belezas naturais ao longo de suas cidades.

É exigido visto dos estudantes, que, em contrapartida, podem trabalhar legalmente por até 20 horas caso estejam matriculados em cursos de no mínimo 14 semanas.

Um curso de inglês básico, em um período de quatro semanas, tem o custo aproximado de R$ 6.000 (incluída a estadia do estudante).

4. Nova Zelândia: paisagens incríveis por baixos preços

Também na Oceania, a Nova Zelândia impressiona por conta de suas incríveis paisagens naturais. O clima e o povo são bastante receptivos, pois é bem comum para eles receber intercambistas de todo mundo. O país exige visto para estudantes de cursos de no mínimo 14 semanas, que podem estudar e trabalhar por até 20 horas semanalmente.

Quanto aos custos, um curso de duas semanas pode chegar a R$ 1.700, enquanto que os de quatro semanas, incluindo acomodação e alimentação, chegam a R$ 8.300.

Não perca tempo e comece a se planejar para ter a grande experiência de intercâmbio! Além de aprender um novo idioma, o programa proporcionará a vivência de outros costumes, trazendo enriquecimento cultural, além do intelectual.

Gostou deste post? Agora que você já sabe quais são os países mais baratos para estudar inglês ao redor do mundo, confira este guia completo com tudo que você precisa saber sobre intercâmbio.

8 filmes que ajudam a estudar para o vestibular
É possível trabalhar e estudar?

Leia também